ANAMENDESBIOGEO
Blogue para dar conta do trabalho desenvolvido pelos alunos da professora Ana Paula Mendes

Uma verdade inconveniente…. depois do filme!

Uma verdade inconveneniente ou convenientemente verdade? Depois de assistires ao filme deixa aqui a tua reflexão crítica sobre o que viste, o que mexeu contigo, o que mudou em ti (se é que mudou) que dúvidas te deixou?

31 Respostas to “Uma verdade inconveniente…. depois do filme!”

  1. “Uma verdade inconveniente” é o título do documentário do ex-candidato a presidente dos E.U.A., Al Gore.
    Na minha opinião é um filme chocante que nos relembra o grande problema do aquecimento global.
    Al Gore deixa sérios avisos á comunidade internacinal para que se tomem medidas imediatas para que possamos ter um planeta habitável nas próximas décadas.
    Al Gore defende que para previnir que o nosso planeta entre numa dinâmica catastrófica em que o degelo dos glaciares, as alterações climáticas, as grandes secas e inundações, vagas de calor mortais e até a propagação de epidemias são algumas das consequências, é necessário que se tomem iniciativas como a separação do lixo, a utilização dos transportes públicos, plantar árvores, reduzir o consumo de água, entre outros. Mas sobretudo, o ex-candidato fez questão de fazer lembrar várias vezes que é necessário que a classse política reveja as suas opções.
    Ao longo do filme é bem visível a espécie de propaganda anti-bush que é feita. Assim, é possível haver uma certa desconfiança em relação às “boas intenções” deste filme, o que nos permite ver o título de outra forma: convenientemente verdade.
    Até pode ser que haja um certo interesse político no meio disto tudo, mas para mim, o mais importante a reter deste documentário é o apelo urgente que a Terra nos faz!

  2. Na minha opinião, o filme de Al Gore não surge como mais um objecto de propaganda política ou mesmo de simples divulgação científica. Este é acima de tudo bastante acessível e, ao contrário de muitos outros do género, não pretende demonstrar algo de novo à sociedade. O aquecimento global é do conhecimento da grande maioria da população, assim como as suas consequências, pelo que seria desnecessário realizar mais um filme apenas para o realçar. Deste modo, o ex-presidente dos Estados Unidos opta por um conceito arrojado, jogando fortemente com os sentimentos do espectador, pondo em causa a perda de tudo o que lhe é mais querido, à medida que vai contando um pouco da sua história. Ao longo do tempo, é impossível não se sentir um determinado espírito de compaixão relativamente a Al Gore, devido a todos os acontecimentos que marcaram a sua vida, pelo que é impossível alguém ficar indiferente depois do visionamento do filme. Eu não fiquei indiferente e espero seriamente vir a contribuir para a preservação do mundo no qual a minha geração vai habitar, um mundo enfraquecido pelos actos de gerações passadas, demasiado orgulhosas para assumirem as suas atitudes egocêntricas, de modo a corrigi-las. Também espero que esta nova mentalidade possa ser transmitida ao maior número de pessoas e vou esforçar-me ao máximo para alterar os pensamentos cívicos de todos aqueles que me rodeiam. A Terra é a nossa única casa, pelo que o dinheiro e todos os outros bens materiais nos serão inúteis se o nosso bem mais precioso for aniquilado devido à nossa cobiça.

  3. A verdade inconviente? Por um lado sim, é uma inteira e grande verdade o que este filme nos fala!
    O que vi neste filme, fez – me ficar ainda mais preocupada do que já estava por causa do aquecimento global, degelo dos glaciares, alterações climáticas, degelo, tsunamis….etc…
    Fez – me ficar mais preocupada com o mundo que irei deixar aos meus precedentes, embora as condições de ambiente hoje embora as condições de ambiente hoje em dia não estejam muito boas, se continuarmos a poluir como temos vindo a poluir, este planeta acabará por atingir o seu limite, e aí já não poderemos fazer nada para ajudá – lo, seguindo – se aí a extinção de vida à superfície da Terra!
    Este vídeo também nos mostrou que o sistema Terra está todo interligado, pois se mexermos num sistema todos os outros mais cedo ou mais tarde, acabarão por sofrer as consequências, que é o que está a acontecer!
    Acho que para tornarmos a terra um mundo melhor, isso tem que partir de cada um de nós! Sendo também fundamental, os governantes tomar decisões sustentáveis para o ambiente, e não se preocupar apenas com a economia e a sua sociedade!
    O que mudou em mim foi a maneira de pensar, o modo de agir para com o ambiente, mas deixou – me dúvidas às quais não posso ter resposta, como:

    -Será que vamos abrandar esta poluição?
    -Será que finalmente, os governos e presidentes vão pensar primeiro no ambiente?
    -Será que a vida na terra se irá extinguir, se tudo isto não abrandar?Quando?
    -Será que vou assistir a todas estas desgraças faladas no video?

  4. Este filme e duvidoso pois apresenta problema como aquecimento global. Al Gore avisa- nos se nao mudar as nossas atitudes o mundo pode acabar.
    Ele tambem informa que devemos fazer separações de lixo, reduzir o consumo de agua, é necessario poupar o nosso planeta das do degelo dos glaciares que leverá as subidas dos mares, alteraçoes climaticas, como secas, inundaçoes, etc.
    Tambem o ele faz questao lembrar muito que para tudo isto é preciso ajuda politica, ou seja faz propagandas ant-bush, mas sera que sera preciso esssa ajuda? Talvez sim para investir com dinheiro mas talvez nao porque se cada pessoa no mundo oferece-se para ajudar, o dinheiro do estado nao era peciso.
    Acho que devemos preservar o nosso planeta porque sem ele nao seriamos nada, e ja que foi a custa dele que estamos aqui é nosso dever protege-lo.

  5. Certamente que este filme não deixa ninguem indiferente, pois trata-se de um filme que nos mostra um problema bem real e que afecta toda e qualquer pessoa, desta e das proximas gerações. O facto de saber-mos que o nosso planeta está a mudar e de que nós, seres humanos, somos os principais causadores desta catastrofe devia tirar o sono a qualquer um! Especialmente se constatar-mos que não estamos a fazer NADA para o impedir…
    É razão para ficar com peso na consciência, não é??

  6. “Uma Verdade Inconveniente” traz-nos os argumentos persuasivos do ex- vice presidente dos E.U.A., Al Gore, que nos explica que já não podemos olhar para o problema do aquecimento global como uma questão política, mas sim como o maior desafio global que teremos de enfrentar nos próximos anos, ou seja isto não é um problema apenas dos políticos mas sim de todos nós. Este filme é um excelente documentário, que nos adverte para as graves consequências para as nossas vidas caso não se tomem medidas adequadas, para que possamos ter um planeta habitável nas próximas décadas. Este documentário faz-nos reflectir e preocupar mais acerca do aquecimento global.
    O nosso planeta está em mudança, tem cada vez mais lixo, mais ruído, mais poluentes na atmosfera, mais vagas de calor, incêndios, grandes secas e outras catástrofes naturais que precisam de ser urgentemente combatidas. As alterações climáticas são hoje a questão fulcral a que temos de saber responder. As emissões de dióxido de carbono levam à destruição dos glaciares, que levam á subida do nível médio da água dos mares, promovendo inundações desastrosas, levando muitas espécies à sua extinção.
    Todos podemos lutar contra o aquecimento global: usando lâmpadas de baixo consumo, automóveis híbridos ou a energia eólica ou até o uso de transportes públicos, fazer a separação do lixo, reduzir o consumo de água e luz, plantar mais árvores, etc.
    Ao longo do filme é visível a propaganda anti-bush, o que levou a algumas críticas, nomeadamente de alguns opositores, que Al Gore usa este documentário para a sua propaganda, o que nos leva a ver o título do filme de uma forma diferente: convenientemente verdade.
    Até pode ser verdade esta espécie de propaganda, mas o que eu acho que é mais importante reter do filme é que o Planeta deve ser estimado e que cabe a quem o habita estimar aquilo que é seu e das gerações futuras.

  7. O “Apocalipse Now” advertiu para o terror e espanto do fim da humanidade. Agora, temos a iminência do apocalipse, mas não de menor efeito. As conveniências políticas e económicas tornam inconvenientes muitas das verdades ambientais. E o resultado é vermos a humanidade avançar para o abismo, empurrada por ciclones, encharcada de chuva ácida e intoxicada de CO2. Quem manda? Quem é que fez este critério? A não ser que o fim do mundo não seja, afinal, um caso assim tão sério…

  8. O filme deixou-me aterrorizada, nunca pensei que o planeta corresse tantos riscos. O que mais me preocupou foi os desgelos dos glaciares e as alterações climaticas, tudo problemas do aquecimento global.
    Al Gore falou-nos em medidas que todos podemos tomar para abrandar este problema gravíssimo que todos construimos: tais como fazer reciclagem, poupar água, diminuir o efeito de estufa.
    Al Gore mostrou-nos o que vai acontecer se não mudar-mos de atitude e aproveitou também para fazer campanha, daí o convenientemente verdade.
    Conclusão se não tomar-mos medidas hoje, o amanhâ pode não existir.

  9. O filme tem dois lados: o da ” verdade inconveniente” em que ele fala de problemas como o aquecimento global, as alterações climáticas, o degelo dos glaciares, etc. E convenientemente verdade” em que ele faz campanha política e propaganda anti-Bush.
    O que mais mexeu comigo foi ver aqueles gráficos, pois as coisas estavam a acelarar significamente em relação aos anos passados.
    Depois de ver este filme apercebi-me de que temos que fazer algo, pois se isto continuar vão haver consequências muito graves no futuro.
    O filme é muito interessante e ao mesmo tempo preocupante.

  10. ‘Uma Verdade Inconveniente’…
    Já tinha ouvido falar muito deste documentário de Al Gore, devido a todas as polémicas e notícias que surgiram em volta deste, e que levou o ex-membro do Partido Democrata a sair vencedor em 2007 com o óscar de melhor documentário. Foi também este aclamado trabalho de Gore que contribuiu para, o seu merecido, Prémio Nobel da Paz (por não desisitir e continuar a alertar as pessoas para o grande problema que é o Aquecimento Global!)
    Na minha opinião este documentário tem duas interpretações possíveis (e eu concordo com as duas!). Uma delas é mostrar à população mundial o que tem estado a fazer (ou melhor, a não fazer) para neste momento estarmos a passar por esta ‘crise’ ambiental. E nesse aspecto este documentário é simplesmente excelente! É o verdadeiro ‘soco no estômago’ para toda a gente que o vê. É directo, duro e sem medo de acusar os responsáveis por tudo isso: NÓS! Tem uma linguagem simples e clara, acessível a qualquer um, mostra as coisas como realmente são! E, por isso, consegue fazer com que as pessoas se questionem, mudem os seus comportamentos e mudem de atitude (ou espera-se que isso aconteça). E ,o mais importante, tenta fazer com que nos lembremos que todos nós pudemos mudar os nossos comportamentos, nem que seja um bocadinho, para melhorar a nossa única ‘casa’.
    Esta é uma interpretação; a outra é o lado mais político que (in)felizmente está sempre presente neste tipo de documentários. Como ex-candidato à presidência de uma das maiores potências económicas do mundo, os EUA, Al Gore faz claramente uma campanha anti-Bush e lembra que os políticos têm, de uma vez por todas, começar a pôr os problemas ambientais primeiro, pois se não agirem não teremos planeta para discutir os assuntos que actualmente têm mais destaque por parte destes como: ‘Quem tem mais petróleo?’ ‘Quem tem mais armas nucleares?’… E por isso é urgente começar-se a fazer um desenvolvimento sustentável para tentar diminuir (pois já é tarde demais para acabar) as consequências dos nossos actos. E como sempre um dos maiores e melhores meios para isto começar é a política, grande parte de tudo isto está novamente nas mão dos nossos políticos, que infelizmente parece que ainda não acordaram para este problema!
    Eu concordo plenamente com tudo isto, mas acho que Al Gore está a ser mais ‘crucificado’ com a parte política do documentário do que outro realizador qualquer devido, sobretudo ao seu passado. Acho que por ele já ter sido um político e até quase presidente dos EUA contribui para as pessoas pensarem que o aspecto político está acima do aspecto ambiental. Acho que muita gente deve pensar, inclusivé outros políticos, que isto é uma espécie de ‘vingança’ da parte de Gore, do tipo: ‘Não ganhei as eleições mas sim o Bush, não é? Agora vejam o que ele fez ao planeta! A culpa é toda dele!’ . Eu acho que a intenção dele não é essa, mas sim alertar para o facto do nosso planeta estar a ‘morrer’, claro que com uma crítica bastante negativa a Bush, mas vamos ser francos aposto que qualquer pessoa, especialmente um americano, que realizasse este documentário iria atribuir exactamente a mesma culpa e iria fazer a mesmas críticas ao doverno de Bush! Afinal Al Gore tem ou não razão!?…
    Eu penso que sim!… Em todos os aspectos… E interpretações!

  11. Em primeiro lugar devo dizer que gostei do filme. Podemos ver que o filme dá-nos uma noção do grande problema que é o aquecimento global. Esse problema é bastante alarmante pois está a destruir a nossa fonte de vida, a Terra.
    Certamente que não podemos ficar indiferentes perante este facto mas falar é facil, difícil é cumprir. Presidencias corruptas sem qualquer interesse pelo ambiente e gerações “rascas” são um problema na nossa sociedade que precisamos de resolver. Cada pessoa deve ter consciencia do que deve fazer para melhorar o ambiente.
    Durante o visionamento do filme também podemos ver que Al-Gore faz um resumo da sua vida e também um pouco de companha política. Por acaso, gostaria de ver se Al-gore, assumindo a presidência dos EUA, faria aquilo que prometera que era transformar um país com um grande poder económico num país com um bom desenvolvimento sustentável.

  12. O filme “Verdade inconveniente” é sobre as alterações que o planeta está a sofrer devido á acção do Homem.
    Este filme sensibilizou-me porque pude ver como é que estamos a acelerar o ritmo de destruição do planeta e que em poucos anos conseguimos alterar bruscamente o que estava a ser alterado lentamente. Isto acontece porque na maioria das vezes os interesses ecinómicos se sobrepõem aos ambientais.

  13. Este filme tinha uma mensagem muito clara: O nosso mundo está a mudar, e se não fizermos nada para o impedir ele acabará por se tornar um lugar inabitável como os outros planetas.
    Os principais causadores deste problema somos nós!… Os humanos. Somos todos nós que estamos a destruir o planeta em que os nossos filhos irão morar, ao efectuar actos inconscientes. Toda a gente deveria ver este filme, penso que depois de o ver iriam mudar totalmente a sua ideia de problema de aquecimento global e tornar real a consciencia dele.
    Nós temos os meios, temos formas de o fazer parar, temos tudo, excepto a força de vontade para que isto aconteça, mas todos nós podemos ajudar a fazer diminuir os problemas com pequenos gestos do dia a dia que não custam nada e ajudam o planeta. Tenho a certeza de que este filme seria uma boa aposta para pensar na televisão.

  14. Pois é Luís, bem jogado. Com tanto filme (muitas vezes sem interesse) que dá na televisão, também não me lembro de ter visto este. No entanto, já vi tanto filme repetido!…..

  15. Depois do visionamento do filme, fiquei com uma ideia pior da que já tinha anteriormente… Tudo o que eu pensava estar a acontecer a um ritmo pouco acelerado esta a acontecer muito rapidamente.
    Fiquei também a saber que existem pessoas muito preocupadas com o ambiente e que tentam mostrar as pessoas do seu país e as que também não são…que é preciso diminuir as emissões de CO2, pois o efeito de estufa, esta a aumentar substancialmente, uma das consequências que o aumento do efeito estufa irá causar é o crescimento da temperatura global da Terra, e se isso vier ocorrer poderá surgir na Terra uma série de fenómenos catastróficos, como as secas, destruição dos glaciares, que foram os que mais me alertaram.

    Outra das consequências do aquecimento global é o degelo dos glaciares que também me suscitou um interesse muito grande, as regiões polares e as montanhas tem sido as mais afectadas. Com isso haverá a subida das águas do mar, elas vão inundar muitas áreas do litoral – reduzindo parte da terra essencial a muitos seres vivos, também diminui as reservas de água doce que são um bem essencial a vida, outro dos factores será a modificação de habitares – uns porque inundados outros porque vivem secas intensas.

    Pequena conclusão: Acho que ninguém fica indiferente depois de tudo o que viu e ouviu pois e a vida do nosso planeta que esta em jogo… Talvez eu com pequenos gestos como reciclar plantar uma árvore não consiga salvar o mundo, mas eu e outros conseguiremos…
    Ajuda também, um pequeno gesto e o planeta agradece.

  16. O filme “Verdade Inconveniente”, retrata muito bem o que se passará e o que se está a passar na Terra devido ao aquecimento global, possuindo sempre ao longo do filme uma certa campanha anti-Bush.
    Eu penso que, mesmo sendo um pouco exagerado, ninguém consegue ficar indiferente depois de assistir a este filme, pois mesmo que se vire as costas a este problema, irá sempre ficar algo na nossa consciência que nos vai acompanhar até agirmos de modo a tornar este planeta num planeta melhor, para nós, mas principalmente para os nossos descendentes.

  17. Eu achei que o filme foi bom, e penso que todas as pessoas deviam vê-lo, para ficarem a saber a situação do planeta durante estes últimos anos.
    Eu penso que este filme é uma boa forma de chamar a atenção das pessoas para os problemas de hoje e para ajudar essaa pessoas a perceberem que têm de colaborar com ajuda para o bem da Terra.
    Acho que ver este filme é uma boa maneira de chamar a atenção de todos; é um bom filme para mostrar a situação da Terra, mostra também os problemas e a sua situação, porque só flata nós cumprirmos o nosso dever!…

  18. Com o visionamento deste filme eu começei a mudar alguns dos hábitos.
    Este filme pretende sensibilizar as pessoas que o vêem e acho que o tem conseguido fazer, pois perante os gráficos apresentados e principalmente as imagens que mostram como era antes o local e como está agora, como por exemplo os glaciares que estão a ficar sem gelo o que puderá provocar a morte dos ursos polares. Com estas alterações climáticas provocadas pelo Homem muitas especies puderam extinguir-se com o passar dos anos.

  19. “Uma Verdade Inconveniente” é um documentário de Al Gore (ex-Vice Presidente dos E.U.A.), que chamou a atenção do mundo sobre o grande aumento do aquecimento global e as consequentes mudanças climáticas.
    Este filme retrata-nos a destruição do meio ambiente, devido às grandes emissões de CO2. Com isto, as calotes polares estão a derreter, o nível dos oceanos está a subir e o clima apresenta-se com mudanças drásticas, resultando uma série de furacões, cheias, secas, epidemias e pragas de insectos.
    O nosso planeta está a sobreaquecer a um ritmo acelerado e nós somos os responsáveis, parte do problema poderia ser evitado se mudássemos os nossos hábitos diários.
    Na realidade, somos ao mesmo tempo os vilões e as vítimas desta grande catástrofe.

  20. Acho que é um bom filme para nos alertar. Al Gore no filme fala sobre os problemas do planeta, como o aquecimento globa, poluição, degelos glaciares… especialmente causado pela espécie humana.
    Também acho que não deixa de ser um filme de propaganda…

    Sobre o conteúdo do filme, acho que nos passa uma boa mensagem do que está a acontecer ao planeta por causa da poluição. Al Gore também explica que bastam fazer uns pequenos sacríficios para melhorar o ambiente, como reciclar e poupar água.

    Uma coisa que fiquei espantado foi ver os gráficos que estavam muito “acelerados” para o que devia ser, tudo causado pela espécie humana. Ainda fiquei mais espantado foi ao ver como será o planeta num futuro próximo se não for feito nada…

    Eu acho que qualquer pessoa ao ver este filme fica de certeza com outra ideia sobre os problemas do planeta, é pior do que imaginamos, mas sinceramente não acho que toda a gente vá ter vontade de mudar isso…

  21. Uma verdade inconveniente…
    Achei o filme uma boa lição de moral para o mundo, porque a maioria dos habitantes terrestres humanos consideram a preocupação com o planeta onde vivem um assunto para reolver sempre no futuro.
    Não fazia ideia que as coisas se passavam tão depressa e o filme serviu, em meu ver, para me alertar quanto aos problemas terrestres.
    É um filme ideal para motrar o problema como realmente é, e agora resta-me acreditar que todos os que viram o filme vão ajudar o planeta a viver melhor…

  22. As questões do ambiente e da ecologia são, hoje em dia, o tema principal das agendas políticas, fazendo parte dos assuntos discutidos pela opinião pública internacional e desenvolvidas pelos media.
    Este filme, “Uma verdade Inconveniente”, conduzido por Al Gore, tem por objectivo alertar a consciencia dos cidadãos e da classe política para a CRISE do aquecimento global e para a diminuição das reservas de água do Planeta.
    Ao ver o filme senti que cientistas e políticos têm enormes responsabilidades na resolução desta “verdade inconveniente”. Mas, a responsabilidade não é inteiramente dos governos, todos nós temos que contribuir para a preservação urgente do planeta Terra.
    Com este documentário ninguem consegue ficar indiferente a este tema, porque os factos comprovam que se nada for feito o futuro do planeta Terra está comprometido.

  23. O filme “Uma verdade inconveniente” que visionámos numa das aulas de Biologia e Geologia era realmente chocante. Não demonstrou, pelo menos para mim, nenhuma novidade. Apenas apresentou os factos de forma diferente. Uma forma de mexer na consciência humana. Faz-nos mudar a maneira errada, poluente e fácil de viver. Aí é que está… a preguiça faz, muitas vezes, com que as pessoas não actuem em relação a este problema, que tem que começar a ser resolvido o mais rápido possível, não só pelos ricos, ou duma classe diferente, resolvido por todos.

  24. Olá viva .
    Chamo-me Jorge Amaral e quero dar os parabéns pelo blog antes de mais.
    Bom para ir ao teu encontro, depois deste filme que chamo documentário de Al Gore a questão é esta : E agora que depois detodos os alertas todas as explicações todos os sintomas da Terra que pensam as pessoas que reflexão fizeram neste tempo todo?! E os Politicos do Mundo?! Bom quanto a estes ultimos eu sei, nada ainda só teoria e muitos papéis.
    Faço palestras e conferencias desde 1994 96 e 98 até hoje . Já ouviste falar de mim ? E o Amigos do Mar de Gaia ou mesmo Amigos do Mar?!
    Pois é!
    Fazemos os possiveis sem ganhar um tostão contudo o objectivo é o mesmo; Defender a Terra.
    Obrigado.

  25. Boa noite,

    Fico muito satisfeita por saber que mais alguém nesta teia virtual, além dos meus alunos, presta atenção ao meu blogue.

    Realmente, nunca tinha ouvido falar dos amigos do mar. Mas, agora sim já ouvi, através de ti e fui também visitar o vosso blogue.

    Como o nosso objectivo é comum, DEFENDER A TERRA, que tal a possibilidade de fazerem uma visita cá pela nossa escola e divulgarem as vossas actividades?

  26. Gente, muito obrigada, isso ajudou a fazer o meu trabalho de ética. um beijo.

  27. Filme bom se levarmos em conta o conteúdo, fazendo referências importantes sobre um tema contemporâneo: o aquecimento global. Porem o ex vice-presidente norte americano Al Gore se mostra cada vez mais um canastrão no assunto. Frustrado na tentativa de se tornar presidente dos Estados Unidos, Al Gore agora parte com o documentário rumo ao prêmio Nobel da Paz. Sinceramente eu não vejo relação nenhuma entre paz e autopromoção. Espero que o espectador não caia nesse golpe. O mais engraçado de tudo é o elenco, estrelando somente Al Gore como principal atração quando na realidade todos os tais 1000 cientistas que trabalham com (ou para) ele deveriam ser citados. Esses sim foram os verdadeiros produtores, cientistas sérios que provavelmente precisavam de investimento financeiro e um garoto propaganda que divulgasse suas idéias para o mundo. Posso estar errado, mas até quando suas intenções são boas? Eu não sei responder. Colocar esse homem na presidência da nação mais poderosa do mundo atual realmente seria um desafio para saber quais são suas reais intenções.

  28. Bom, eu acho que todos vocês precisam, ao menos, ouvir o outro lado da história:
    http://www.band.com.br/canallivre/videos.asp
    Existe uma teoria muito forte e evidente, com provas materiais e tudo, de que não existe aquecimento global. E, principalmente, tira a raça humana e o CO2 do banco dos réus.
    O que não ameniza o problema do clima no futuro. Na verdade, até piora as projeções, pois, segundo essa teoria, estamos entrando em uma era de resfriamento global, o que é pior para a nós humanos, porque, as eras geladas são muito piores pra sobrevivência da humanidade. Mas, fiquem tranquilos, não é culpa nossa! Faz parte de um ciclo natural do sol.
    Peço que, antes que me xinguem, ou venham com “Mas, no Fantástico passou uma matéria sobre o aquecimento”, ou “Esse cara só deve estar arranjando uma desculpa pra não parar de andar de carro…”, 1) parem de assistir ao Fantástico, e, principalmente, a Globo, porque eles apresentam o que é mais conveniente a eles, o que dá mais IBOPE, isso não precisa, necessariamente, ser a verdade mundial. 2) eu não tenho carro, alias, ando de bike sempre que o clima de Curitiba me permite. Não jogo lixo no chão. Economizo toda a água que posso, e etc. Não acredito no aquecimento global, mas, acredito que temos que parar de poluir. Precisamos nos conscientizar de que o lixo, sim, é nossa responsabilidade, e destrói a natureza.
    Mesmo que seja inevitável algum xingamento, peço, ao menos, que assistam o vídeo que eu sugeri. É um programa de ± 1 hora, da Band, que vale a pena ser assistido.
    Grande abraço.
    Luciano Cequinel.
    lucianocequinel@bol.com.br

  29. Oi, Esses documentários me ajudaram muito na minha redação de português Muito Obrigada Beijos ;*

  30. Olá Srª Drª Ana Paula Mendes
    Peço desculpas antes de mais nada pelo silêncio, mas como deve calcular, questões de trabalho em nome dos outros, sempre.
    Por favor visite-me no facebook em meu nome talvez possámos trocar ideias directamente?! O que me respondeu não ficou na gaveta , ficou registado. Visite-me lá vai ver que não parei e ali perceberá o porquê!
    Um abraço e um muito Feliz Natal se não falarmos antes.

  31. o filme uma verdade incoveniente é para deixar qualquer um preocupado pois devemos nos sensibilizar e por em pratica para mudar-mos essa situação.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: